.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. 11 de Fevereiro - Dois an...

. SEMANA DA VIDA

. ADAV-VISEU … UM NOVO FÔLE...

. Feliz 2008... em favor da...

. Vidas abortadas legalment...

. MADELEINE

. 2007, Maio, 6 - Dia da Mã...

. Vamos caminhar pela vida!

. Dia Internacional da Mulh...

. A REN e os resultados do ...

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

O seu nome / e-mail:
Comentários / Perguntas:

Como encontrou este blog?
Gostou deste blog?
Sim Não
meet singles contador usuarios online Salud sites

.Consigo, já são...

Free Cell Phones
Las Vegas Condos
blogs SAPO

.links

Sábado, 24 de Junho de 2006

UM EVENTO PELA VIDA!

**************************************

A ADAV – Viseu vai organizar uma Conferência que terá como tema geral “A Vida é um Dom e uma Tarefa!”

Trata-se do primeiro evento de algum impacto social, a ocorrer no Auditório do IPJ, ao Fontelo, em Viseu.

O orador será o Professor Doutor Walter Oswald.

Os convites estão a ser distribuídos e podem também ser solicitados junto dos órgãos da ADAV- Viseu, através de e-mail (adavviseu@gmail.com) ou telemóvel (93 113 90 15). Como os convites não possuem carácter unipessoal é então aberta a possibilidade de um convidado poder fazer-se acompanhar por outras pessoas do seu grupo de amigos, colegas ou familiares e assim dar já um contributo para a divulgação do evento e da Associação.

Estamos convictos que cada pessoa terá sempre oportunidade de dar mais vida à Vida.

 

A ADAV – Viseu conta consigo!

 

publicado por adavviseu às 15:09

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 23 de Junho de 2006

ADAV – Viseu tem órgãos eleitos!

 ««««««««««««««««««««««««««««««««««««

A Associação de Defesa e Apoio à Vida de Viseu nasceu formalmente no dia 15 de Maio, com a aprovação dos Estatutos e respectiva escritura pública. Trata-se duma iniciativa de um pequeno grupo, mas empenhado, de viseenses que defendem a Vida, em pleno.

A Comissão Instaladora tem vindo a tomar uma série de acções destinadas à organização e publicitação, procedendo assim ao lançamento da ADAV-Viseu.

O dia 21 de Junho, passa a ser outra data importante e de relevo uma vez que reuniu a Assembleia-geral com carácter constitutivo e electivo. Nessa reunião magna da Associação, mais de 3 dezenas de associados – os primeiros – tiverem oportunidade de discutir a proposta de Regulamento Geral e de eleger os órgãos da ADAV-Viseu.

Se quanto ao Regulamento Geral se procedeu somente à aprovação do texto na globalidade, tendo-se nomeado uma comissão para o trabalho de redacção na especialidade, já quanto ao acto eleitoral tudo se desenvolveu de acordo com o previsto.

Foram eleitos os Órgãos dirigentes que tomaram posse de imediato, em acto solene, com alguma dignidade e perante a Assembleia Geral da ADAV-Viseu.

Com a Mesa da Assembleia-geral, a Direcção e o Conselho Fiscal empossados, dá-se um passo importante para o desenvolvimento das actividades previstas a curto prazo que passam por dar a conhecer a Associação, admitir novos Associados (efectivos e beneméritos) e concretizar um evento que já vinha sendo preparado e que se entende de enorme relevância:

         - Uma conferência subordinada ao tema “ A Vida é um Dom e Uma Tarefa”.

Este acontecimento ocorrerá no próximo dia 30 de Junho, pelas 21 horas, no Auditório do IPJ, ao Fontelo, em Viseu e terá como conferencista o senhor Professor Doutor Walter Oswald.

Os convites já começaram a ser distribuídos.

Qualquer esclarecimento poderá ser obtido junto dos contactos disponibilizados pela ADAV-Viseu.

e-mail: adavviseu@gmail.com       *      Tlm: 93 113 90 15

publicado por adavviseu às 00:01

link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Junho de 2006

Pronto... já está! A ADAV-Viseu já tem um símbolo!

Um símbolo para a ADAV-Viseu

*********************************************

           Após um período de rascunhos amadores, de algumas iniciativas alicerçadas na boa vontade, no voluntariado, no desejo de dar algo à associação, foi solicitado um trabalho a uma designer.  

 

 

        Numa atitude de reconhecido empenho, a nossa amiga Gi desenvolveu um logótipo para a Associação, apresentando algumas propostas. 

        Depois de analisadas pelas pessoas que estão ligadas ao lançamento deste projecto de apoio à Vida que é a ADAV-Viseu, chegou-se a um consenso, posteriormente rectificado.

       Anuncia-se assim a adopção dum símbolo para a Associação e deste modo o damos a conhecer.

 

 

  - Tudo começa com a fecundação!

  Óvulo e espermatozóide unem-se e eis um novo ser! Claro que dar vida implica dor, sacrifícios, … mas é assim a vida! Daí a cor encarnada escura, no círculo, inicio do arco, que é também a cor da vida uterina!

 

  - Mas a vida é também esperança! A vida é crescimento, mas nunca geométrico! É irregular, sinuoso, com tempos de fragilidade, de pujança, de empenho, de lágrimas… Mas é sempre esperança, sempre verde… rumo ao futuro, rumo ao alto!

 

  - E é essa vida que é uterina e extra uterina, essa vida que, percorrendo todas as fases, - bebé, criança, adolescente, jovem, adulto e velho  – apresenta-se como um arco, verde de vida, de natureza, que evoluindo, de forma irregular, se torna mais espesso, na idade adulta e na velhice, repleto de saberes - que devemos defender, proteger, dignificar, independentemente da sua condição!

 

 

  - Ao assumirmos este compromisso, estamos a dar mais luz à vida, expressa em seis “raios”, seis pétalas (que também são lágrimas) de amarelo-ouro, contornados por linha vermelha, obtendo-se, assim, as cores da cidade onde germinou a ADAV-Viseu!

 

   Tal como o astro-rei ilumina cada dia da nossa existência, assim, pela ADAV, muitas vidas poderão ter mais luz, no arco inteiro da sua existência! É a ideia de “sol” ou da “flor” a significar Vida!

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por adavviseu às 19:36

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Junho de 2006

SIM À VIDA! NÃO À MORTE!

************************************************

CULTURA DA VIDA

CULTURA DA MORTE

 

Com o avanço da medicina e da técnica a esperança da vida humana é muito maior e de melhor qualidade, apesar do aparecimento de novas doenças

Achamos bem que assim seja.

Se a vida é envolvida pelo amor, pela compreensão, pela verdade, pelo diálogo...

Aí estamos a construir a cultura da vida!

Contudo, paralelamente a esta preocupação de valorizar a vida e de a preservar, há uma grande onda de cultura da morte, que é a maior desgraça da humanidade, de tal sorte que atinge milhões de pessoas em todo o mundo, provocando-lhes a morte e doenças.

Neste quadro de morte inclui-se a guerra, o terrorismo, a fome, a falta de educação, a poluição,,, mas é mais grave, ainda, a condenação à morte das pessoas, em particular os inocentes, dos fracos, dos que não se podem defender. Estão neste caso os que provocam o aborto, a eutanásia, a matança de crianças para lhes tirar órgãos. Também podemos incluir muitas mais situações, das quais se podem destacar a escravatura (sexual e do trabalho) e da exploração que empresas fazem aos seus trabalhadores, o abandono dos doentes e idosos…

A maior parte dos países (estados) ditos mais desenvolvidos, autorizam e até fornecem instalações, dinheiro e pessoal para se praticarem estes actos, em particular o aborto.

A vida humana é o único e o maior bem que a pessoa tem, sem o qual nada vale,

Se atacamos ou matamos a vida o que nos fica? Estamos a auto destruir a humanidade!

Quem atenta contra o seu semelhante é réu desse acto.

Não pode nem deve haver quaisquer razões ou circunstâncias para destruir (em qualquer altura) a vida humana, isto é, desde a concepção à morte natural

A função primeira do homem é defender a sua vida e a dos seus irmãos e não destruí-la.

A medicina e a técnica têm como missão única de defender a vida e melhorar a sua qualidade.

O estado tem que proteger a vida de todas as pessoas, principalmente ao mais fracos e desprotegidos.

A família tem de defender os seus: os filhos, os pais, os avós, os irmãos…

Temos todos de defender intransigentemente da civilização do amor, para vencer a maldade que vai grassando pelo mundo.

Famílias unidas, lutemos pelo amor… contra a morte.

As pessoas precisam do amor, o Amor tem que vencer, é para isso que existimos!

                                 SIM À VIDA! NÃO À MORTE!

J. A.

 

 

publicado por adavviseu às 01:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 8 de Junho de 2006

Tabela de vacinação - É preciso proteger a vida!

 
 
  VACINAS  
MESES
 
Nasc.   2   4   6   15   18
 
ANOS
 
5-6   10-13   >=20
   
                                       
   Tuberculose   BCG                                
                                       
   
                                       
   Hepatite B   VHB
I
  VHB
II
      VHB
III
              VHB
I,II,
III(a)
   
                                       
   
                                       
   Poliomielite       VAP
I
  VAP
II
  VAP
III
          VAP
IV
       
                                       
   
                                   
   Haemophilus       Hib
I
  Hib
II
  Hib
III
  Hib
IV
           
                                   
   
                                       
   Difteria,
 Tétano,
 Pert.
      DTP
I
  DTP
II
  DTP
III
      DTP
IV
  DTP
V
       
                                       
   
                                       
   Tétano,
 Difteria
 (Dose
 reduzida)
                              Td    
                                       
   
                                       
   Tétano                                   10/10
Anos
                                       
   
                                       
   Sarampo,
 Parotidite
 epidémica,
 Rubéola
 (MMR)
                  VASPR
I
      VASPR
II (b)
  VASPR
II (c)
   
                                       
   
  (a) VHB: aplicável apenas a nascidos antes de 1999, segundo o esquema 0, 1 e 6 meses.
  (b) Para os nascidos depois de 1993. Aplicável aos 5-6 anos.
  (c) Para os nascidos antes de 1993 (inclusivé). Aplicável aos 10-13 anos.
  Fonte: Direcção-Geral da Saúde
   
publicado por adavviseu às 11:07

link do post | comentar | favorito

.subscrever feeds