.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. 11 de Fevereiro - Dois an...

. SEMANA DA VIDA

. ADAV-VISEU … UM NOVO FÔLE...

. Feliz 2008... em favor da...

. Vidas abortadas legalment...

. MADELEINE

. 2007, Maio, 6 - Dia da Mã...

. Vamos caminhar pela vida!

. Dia Internacional da Mulh...

. A REN e os resultados do ...

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

O seu nome / e-mail:
Comentários / Perguntas:

Como encontrou este blog?
Gostou deste blog?
Sim Não
meet singles contador usuarios online Salud sites

.Consigo, já são...

Free Cell Phones
Las Vegas Condos
blogs SAPO

.links

Quinta-feira, 6 de Julho de 2006

EMBRIÕES EXCEDENTÁRIOS

 

 

   Actualmente existem, cada vez mais, casais com problemas de esterilidade. Consequentemente a fertilização “ in vitro “ é uma das técnicas mais usadas para a resolução do problema e a partir daqui, o manuseamento de embriões fora do útero materno.

Com estas novas tecnologias surgem os embriões excedentários. Das técnicas usadas, uma que levanta bastantes questões éticas, é a fertilização in vitro. No entanto nem todos os embriões são utilizados, surgindo assim embriões excedentários.

Para a maioria dos autores, o desenvolvimento de um indivíduo começa no momento da fecundação. Mas outras questões se levantam, nomeadamente quando é que a vida humana se torna moral e legalmente importante? Quando é que o ser humano se torna pessoa?

Segundo Daniel Serrão o embrião humano tem significados diferentes para o biologista, para o filósofo e para os outros. Para o biologista é uma célula totipotente que tem a capacidade de desenvolvimento (multiplicar) num ser da espécie humana, desde que disponha de ambiente apropriado. Para o filósofo, o embrião humano é um ente vivo da espécie humana.

Daniel Serrão admitiu também a diversidade de pontos de vista sobre o instante do início de uma nova forma de vida humana. (Instante T) 

Há tendência generalizada para marcar o instante T com o nascimento do embrião (fusão entre o pronúncleo feminino e masculino). Há também quem afirme que a nova forma de vida humana só atinge o instante T dias mais tarde, quando o gnoma se exprime de forma autónoma e independente dos gâmetas originais.

Existem também aqueles que consideram que só com o fim da implementação na mucosa uterina. Outros consideram que só existe vida humana após o aparecimento da linha primitiva. (que ocorre ao 14º dia após a fecundação.

Depois destas posições de princípio sobre o embrião humano, nós consideramos que são seres humanos vivos em constante desenvolvimento, sujeitos distintos dos seus progenitores, possuidores desde a sua concepção, de identidade genética própria e permanente.

Actualmente existem 100.000 embriões excedentários por toda a União Europeia. Estes foram criados como parte integrante de um dos tratamentos de esterilidade (In Vitro). É que uma parte dos ovos são implantados numa primeira fase, e guardam-se os restantes para serem utilizados mais tarde. Em consequência disso, muitos ovos não chegam a ser utilizados.

Ninguém é dono da vida de ninguém! Como atribuir aos pais o poder de decidir acerca da utilização dos embriões para fins experimentais, se implica a sua destruição… ou deixá-los morrer?

Na Alemanha, assim como em alguns países da União Europeia, Canadá e alguns estados dos Estados Unidos, este problema não existe, pela simples razão de não ser permitida a produção de embriões em número superior aos que vão ser implantados. Assim não existem embriões excedentários. Esta é a recomendação do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida.

Na nossa opinião os embriões humanos são dignos de sincero respeito, tal como as pessoas nascidas e não merecem o destino de serem utilizados como matéria-prima de processos industriais ou serem objecto de investigação científica. (ou deixá-los morrer).

O erro da produção de embriões excedentários não justifica outro erro, o de utilizar esses embriões em pesquisas, reduzindo-os a coisas ou a objectos

Os embriões devem receber a devida tutela estatal, para que venha a desfrutar do seu direito maior que é a vida, pelo que não devem existir embriões excedentários.

O respeito pela pessoa humana é um dever fundamental e constante de todo o cidadão

Enf.ª Margarida Ferreira

Enf.ª Fátima Almeida

 

In Jornal da Beira

publicado por adavviseu às 23:37

link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 23 de Outubro de 2009 às 12:42
Filho da puta. Mete o texto todo caralho. Um gajo quer saber merdas e tu impossibilitas cabrao do caralho!!!!!!!
De rtye a 23 de Outubro de 2009 às 12:44
Feliz dia das mentiras lol. ahahahaa
De mia :D a 11 de Abril de 2010 às 15:29
omg, sinceramente.... xD
e assim, realmente isto esta mal feito, puderias ter colocado o texto de outra maneira porque assim as pessoas estao impossibilitadas a ler esta informação porque está cortada.

MAS...

NAO E PERCISO CHAMAR FILHO DA PUTA, OU CABRAO E ESSAS SENAS TIPO! XD BASTA TER CALMA, E COPIAR O TEXTO PARA UMA FOLHA DO WORD.

UM POUCO MAIS DE EDUCAÇAO AHAHAHAHAH
QUANDO SOMOS QUERIDOS AS X RESULTA. QUANDO SOMOS MAL CRIADOS... E MUITO DIFICIL MESMO :D

PEACE AND LOVE BITCHEIS :D

GONNA LEAVE LIKE WE'RE DYING :D

GOOD BYE :D

Comentar post

.subscrever feeds