.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. 11 de Fevereiro - Dois an...

. SEMANA DA VIDA

. ADAV-VISEU … UM NOVO FÔLE...

. Feliz 2008... em favor da...

. Vidas abortadas legalment...

. MADELEINE

. 2007, Maio, 6 - Dia da Mã...

. Vamos caminhar pela vida!

. Dia Internacional da Mulh...

. A REN e os resultados do ...

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Maio 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

O seu nome / e-mail:
Comentários / Perguntas:

Como encontrou este blog?
Gostou deste blog?
Sim Não
meet singles contador usuarios online Salud sites

.Consigo, já são...

Free Cell Phones
Las Vegas Condos
blogs SAPO

.links

Sábado, 1 de Julho de 2006

"A Vida é um Dom e uma Tarefa!"

  

 

A vida - das pessoas, das instituições - é feita de momentos. Os momentos criam marcas, algumas indeléveis, que permitem o avanço, a caminhada, o progresso, o desenvolvimento!

A minha vida, a tua vida, a nossa vida foi-nos confiada, dada gratuitamente, como um Dom Maior! Se for assim assumida, saberemos encontrar maneira de viver todos os momentos da Vida com dignidade, liberdade, autonomia, igualdade, responsabilidade, sensibilidade e fraternidade!

Então, a nossa vida e a vida de todos quantos nos envolvem, será um desafio, um dever a cumprir, uma tarefa a executar e um bem a defender.

É deste modo que podemos sintetizar a conferência dada pelo Professor Doutor Walter Osswald, na noite do dia 30 de Junho de 2006, no Auditório do IPJ, em Viseu. No seu modo peculiar de comunicar, numa linguagem afável e acessível mas ao mesmo tempo profunda e elucidativa, alertou todos os participantes - mais de doze dezenas - que, de facto, “a Vida é um Dom e uma Tarefa” a que estamos comprometidos! Tudo o que fizermos pode comprometer os vindouros!

E o repto deixado para que se procedesse à divulgação de um texto poético de alguém que levou a vida a sério, em compromisso com as outras vidas, aqui está!

Deste modo, sabendo que a vida é também jogo a jogar, tristeza a dominar e alegria a rejubilar, estaremos a contribuir para “que o mundo, depois de nós, seja melhor que o encontrámos, porque nós vivemos nele”!

 

Vida!

 

A Vida é um desafio. Enfrenta-o!

A Vida é um dever. Cumpre-o!

A Vida é um jogo. Joga-o!

A Vida é preciosa. Cuida dela!

A Vida é uma riqueza. Conserva-a!

A Vida é amor. Desfruta-o!

A Vida é um mistério. Prescuta-o!

A Vida é uma promessa. Cumpre-a!

A Vida é tristeza. Domina-a!

A Vida é Vida. Defende-a!!!

 

Madre Teresa de Calcutá

 

 

publicado por adavviseu às 11:19

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De angela almeida a 1 de Julho de 2006 às 15:16
Ontem, as palavras do conferencista, Prof. Dr. Walter Osswald ensinaram-me profundamente a amar vida em todos os momentos.
Ainda estou a saborear o que escutei para conseguir ser feliz e ajudar os outros a serem felizes.
Parabéns!
De Anónimo a 1 de Julho de 2006 às 23:17
Ouvir o Professor Walter Osswald exprimiu toda a singeleza de um momento único. Com palavras verdadeiramente sentidas, reflexões reais e humanas, o testemunho do professor reflectiu a essência de alguém que encanta o mundo com a convicção autêntica de que a “Vida é um Dom e uma Tarefa”.
Obrigada!
Ana Costa
De São Lufinha a 2 de Julho de 2006 às 22:14
A ADAV está de parabéns. A conferência foi um grande evento. As palavras simples e directas do Professor Doutor Walter Osswald despertaram sentimentos de grande alegria e responsabilidade pela defesa da vida. É importante não esquecer, que a tarefa da defesa e apoio da vida depende de cada um, desde que se queira comprometer nesta importante missão que urge cumprir. Parabéns ao Professor Osswald pela força e vontade de defender a vida que transmitiu a todos. Parabéns à ADAV pela iniciativa. Parabéns a todos os que disponibilizaram a sua 6ª feira à noite para participarem numa iniciativa de tão grande importância para a vida. E, por último, Parabéns à vida. À vida de todos e à vida que é necessário defender e proteger.
De Mª de Lurdes a 5 de Julho de 2006 às 10:45
A Conferência foi mais uma vez a confirmação de que vale a pena avançar e continuar a lutar pela vida, pelas palavras que ouvimos e pelas pessoas que compareceram dos mais diversos estratos sociais e etários. Claro que foi tudo muito bom, a Conferência em si, a participação dos presentes, a união de ideias e vontades que se verificou no final da mesma e que nos mostrou que realmente as pessoas querem ver alguma coisa em concreto. É aqui que quero focar a minha atenção. O Dr.Walter O. disse que se a ADAV não concretizar na acção aquilo que se propõe no "papel" não vale a pena o trabalho, a dedicação de tantos que estão a trabalhar na sua criação e divulgação. É tempo de reflectir, de nestas férias que se avizinham para todos nós, cada um pensar sériamente como é que vamos transpor para a acção os nossos objectivos. E não só os membros dos corpos gerentes da ADAV mas todos aqueles que demonstraram no dia da Conferência o seu carinho e admiração por esta iniciativa "apoiar, promover, dignificar a vida". Para mim é mesmo o mais importante, porque dizer só que queremos defender a vida é bonito mas não resolve nada. Todos estamos convencidos de que a ADAV vai conseguir os seus objectivos, precisamos de ideias fortes, seguras, concretas, mas mais ainda de acção, começando por mostrar ao cidadão comum, que estamos em Viseu para servir. E é a todas as pessoas /associações que temos que motivar a colaborar para fazer a ADAV crescer como instituição de apoio e dignificação da vida.
Por isso ficam aqui estas ideias:
1.A ADAV instituição deve pensar como mostrar a Viseu que existe e que está preparada para a acção, pedindo a colaboração do cidadão comum e das mais variadas associações e instituições ligadas ás áreas da saúde, segurança social, etc.
2.Todas as pessoas que de algum modo se sintam com vontade de voluntáriamente dar algum do seu tempo para esta causa que se sintam desde já convidadas a colaborar connosco( 1 minuto, uma hora, um dia) tudo vale a pena;
3.Todas as pessoas que não tenham essa possibilidade mas que possam organizar um grupo de oração pela vida, que o façam nas suas casas, nas suas aldeias, nas suas paróquias. Da oração nascem os mais belos frutos e as mais dificieis tarefas conseguem realizar-se.
A vida é a coisa mais bela e preciosa que temos, como é que guardamos ciosamente o ouro, uma pedra preciosa, defendemos com garra a posse de um pedaço de terra e não temos a mesma garra a defender a vida? É que só quando sentimos que a nossa vida está em perigo é que temos a consciência da beleza e valor que a mesma tem.
Sem vida eu, tu, nós não existimos, sem uma vida digna ninguém pode ser feliz.
É pois necessário, urgente defender, promover, dignificar a vida.
Junta-te a nós, agarra a vida.
Mª de Lurdes
De JD a 30 de Julho de 2006 às 01:10
Penso q estão enunciadas aqui um conjunto de orientações para estratégias de resposta concreta ao nosso trabalho!
Vamos estar atentos à Vida!

Comentar post

.subscrever feeds